terça-feira, 25 de setembro de 2012

O vaso.
 Como se palavras escapassem de seus dedos,
   a oleira modelou um poema.

 Sergio Mudado